Início > festa e manifestações populares, sessão 2, [3] comunicações orais > A máscara e sua força simbólica: um breve estudo etnográfico

A máscara e sua força simbólica: um breve estudo etnográfico

28/01/2010

Renato Mendonça Barreto da Silva
mestrando em artes visuais
Programa de Pós-graduação em Artes Visuais | Universidade Federal do Rio de Janeiro

resumo Este presente trabalho promove um breve olhar sobre o campo de pesquisa, ocorrido em Dezembro de 2008, na cidade Muqui – ES, com a finalidade de alicerçar algumas dúvidas sobre como se manifesta a relação do Palhaço da Folia de Reis com a materialidade da máscara e como sua imaterialidade promove interferência na formação identitária do sujeito. Entendendo a máscara como objeto constituinte da performace do palhaço, indicaremos uma breve concepção teórica do conceito de máscara e como ela se manifesta em diferentes culturas, e como a cultura estabelece formas de se observar a máscara dos palhaços da Folia de Reis que tem com base empírica a apreciação etnográfica que evidencia os aspectos malignos da máscara e sua relação com a igreja da cidade.

trabalho completo [indisponível]

 

%d bloggers like this: