Início > música e oralidade, sessão 5, [3] comunicações orais > Corpos em linhas de fuga: êxtase juvenil nas Verduradas em São Paulo

Corpos em linhas de fuga: êxtase juvenil nas Verduradas em São Paulo

28/01/2010

João Batista de Menezes Bittencourt
doutorando em ciências sociais
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas | Universidade de Campinas

resumo A Verdurada é um evento organizado por pessoas envolvidas com a cena punk/hardcore de São Paulo, e seu principal objetivo é divulgar o estilo de vida straightedge e o vegetarianismo, por intermédio de uma linguagem que muitos jovens conhecem bem: “a música barulhenta”. Quem já foi a um show de música hardcore/punk, já deve ter percebido que a maneira como as pessoas experimentam a música é bastante diferente daquela que ocorre em espetáculos de gêneros musicais mais populares. Estar junto é condição sine qua non para aqueles e aquelas que se entregam ao ritmo frenético de guitarras distorcidas e vocais na maioria das vezes ininteligíveis. A sensibilidade performativa é uma das chaves que considero extremamente importante para a compreensão do microcosmo das chamadas culturas juvenis. Mais do que qualquer outro elemento, a performance, no que diz respeito aos gestos ritualizados com as mais diversas finalidades, torna-se hoje uma referência nos estudos sobre juventude. O levante dessa sensibilidade performativa e desenraizada colocou o cotidiano no centro das discussões, jogando no limbo do esquecimento as grandes narrativas e o sujeito do conhecimento. Dessa maneira, corpo e as suas expressividades passaram a ter um papel de destaque enquanto instâncias produtoras de sentido.

 trabalho completo [clique aqui]

%d bloggers like this: