Início > festa e manifestações populares, sessão 5, [3] comunicações orais > Dança de salão: novas configurações na performance da vida

Dança de salão: novas configurações na performance da vida

28/01/2010

Maria Inês Galvão Souza
mestre em
Universidade Federal do Rio de Janeiro

resumo Os espaços de dança de salão na cidade do Rio de Janeiro são marcados por um preenchimento dinâmico de memórias, tradições, adaptações e inovações. Observamos espaços híbridos preenchidos por diferentes e significativas histórias de vida, que se desvinculam de um tempo cronológico e criam novas durações. Os atores sociais experimentam cada espaço como um palco e nele realizam suas performances com um domínio cada vez mais aprimorado de sua arte. A dança de salão é uma linguagem corporal que se realiza em pares e é repleta de códigos que se estabeleceram ao longo do tempo. Intensificando e ampliando as relações entre seus pares, esses atores criam e legitimam identidades, mantém seus códigos, valorizando regras e desta forma conseguem manter essa linguagem viva e acesa. O objetivo desse estudo é discutir a partir da investigação etnográfica, o universo simbólico de dança de salão enquanto arquitetura viva de sentidos e significados, enquanto um espaço de ritualização da vida a partir da performance da dança. Acreditamos que esses atores deslocam o sentido de suas vidas no momento em que se entregam ao palco de sua dança, fazendo com que espaço, tempo e ação não existam separadamente nesse espetáculo e formando um só corpo, se situam na integração da concretude do movimento e da sensação desse corpo em ação, transformando esse momento em uma experiência estética da vida.

trabalho completo [clique aqui]

%d bloggers like this: