Início > música e oralidade, sessão 3, [3] comunicações orais > Poesia e peregrinação Kalunga: a letra, a voz e o mastro do Divino Espírito Santo

Poesia e peregrinação Kalunga: a letra, a voz e o mastro do Divino Espírito Santo

28/01/2010

Augusto Rodrigues
Professor Adjunto de Literatura Brasileira | Universidade de Brasília
TRANSE | Universidade de Brasília

 

resumo Este trabalho analisa gêneros poéticos, típicos do festejo quilombola da Comunidade Kalunga (nordeste de Goiás). A partir de canções (Suça) e disputas (“Verso”) coletadas em uma Festa do Divino Espírito Santo, ao pé do mastro, faremos uma análise histórica, simbólica, cronística e poética dessa comunidade. Analisando os temas e as performances, a letra e a voz dos foliões, à roda dos portadores da tradição, podemos distinguir elementos da cultura do grupo, práticas sincréticas e questões ligadas à tradição numa festa móvel cuja força social e religiosa realça-se pelo motivo da peregrinação.

trabalho completo [indisponível]

%d bloggers like this: