Archive

Posts Tagged ‘maracatu’

Os maracatus adentram a avenida: Performances e rearranjos identitários na cidade de Fortaleza

28/01/2010 Comentários desativados

Danielle Maia Cruz
doutoranda em sociologia
Universidade Federal do Ceará

resumo Tenciono apresentar a pesquisa etnográfica que venho desenvolvendo, para o doutorado, com grupos de maracatus na cidade de Fortaleza, Ceará. Em estreito diálogo com autores como Victor Turner, Stanley Tambiah e Marcel Mauss a presente comunicação objetiva discutir acerca dos atos performáticos dos brincantes de maracatus que se apresentaram na cidade de Fortaleza no Carnaval do ano 2008 e 2009. Trata-se de desfiles fomentados pela Secretaria de Cultura de Fortaleza (SECULTFOR) cujo objetivo é, dentre outras coisas, “promover um carnaval que dispense trios elétricos e opte pela tradição”, conforme destacou a presidente da SECULTFOR. Subjacente a essas questões está a finalidade da atual gestão em promover idéias acerca de Fortaleza que a associem a uma cidade cultural, voltada às festas populares, desconstruindo imagens que a relacionam somente às belezas naturais, como as de seu litoral. Para tanto, o Carnaval é o período eleito pela gestão para que ocorram apresentações de determinadas manifestações populares como, por exemplo, os desfiles de maracatus na avenida Domingos Olímpio. O ponto a reter aqui é que para que os maracatus sejam contemplados com o apoio financeiro viabilizado pela prefeitura é solicitado pelo poder público que os brincantes tinjam a face de negrume, que apresentem na composição de seus grupos alas com negros, índios, reis e rainhas, dentre outros. Compreendo tais apresentações como relevantes momentos rituais em que os brincantes com suas máscaras e demais performances expressam suas visões de mundo, o que permite pensar sobre a resignificação de identidades culturais em Fortaleza.

trabalho completo [clique aqui]

Nação do Maracatu Porto Rico: um estudo do carnaval como “drama social”

28/01/2010 Comentários desativados

Anna Beatriz Zanine Koslinski
mestranda em antropologia
Universidade Federal de Pernambuco

 

resumo O estudo da categoria de “performance” na antropologia teve seu início nas décadas de 60 e 70 numa parceria de estudos de Richard Schechner e Victor Turner que se tornou conhecido por seus estudos acerca de rituais. Ainda no início de sua obra Turner passa a utilizar o conceito de “drama social” como método de análise de certos eventos pois ele acreditava que a forma pelas quais as pessoas interagiam e as conseqüências de sua interação eram “dramáticas”. O presente artigo tem por objetivo analisar o período do carnaval como sendo um “drama social” para um maracatu-nação de Recife, no caso a Nação Porto Rico. Durante o carnaval desta cidade, diversas nações de maracatu competem através de um desfile pelo título de campeã do carnaval. Nesta competição diversos valores e aspectos culturais dos grupos são revelados através de um rico simbolismo. Deste modo utilizaremos os métodos de análise elaborados por Turner para entender a configuração deste “drama social”. Para isso levaremos em consideração as categorias de ritual, visto que os mesmos emergem de “dramas sociais”, communitas, configuração específica de interação social recorrente dentro de rituais, e performance, já que “dramas sociais” se tratam de “performances culturais”.

 trabalho completo [clique aqui]