Archive

Posts Tagged ‘religiosidade’

Entre a fé o o remelexo: Samba de Terreiro, um fio de preservação da cultura negro-africana no Brasil

28/01/2010 Comentários desativados

Jacqueline Barbosa dos Santos
mestranda em ciência da arte
Companhia Folclórica do Rio | Universidade Federal do Rio de Janeiro

resumo O Brasil, em face da sua colonização por diferentes povos, com suas peculiaridades, apresenta um cenário cultural rico em manifestações. Observamos que em muitas delas a religiosidade esteve sempre presente como uma forma de resistência e preservação de costumes, fortalecendo o reconhecimento identitário. É nessa esfera, da religiosidade, que encontramos interseções e encontros que nos levam ao universo do sincretismo religioso e da comunhão entre festa e fé. Entre tantas manifestações está o objeto desta pesquisa: o Samba de Roda de Terreiro, o qual escolhemos por acreditarmos ainda haver nesse manifesto marcas da resistência da identidade negro-africana, tendo a mulher como liderança nas comunidades de terreiro. Perguntamos então: Como o Samba de Roda de Terreiro hoje nos conta sobre a história e constituição de um povo, dentro de um quadro de escravidão e preconceitos?
Esta pesquisa se propõe a entrar no universo da Cultura Popular pela vertente da Dança, pensando esses corpos negros e mestiços malemolentes, sensuais e altivos, sendo o corpo morada, este fio que interliga céu e terra, este corpo que é habitat do sagrado, adotando como corpus o Samba de Roda de Terreiro, manifestação presente em territórios religiosos que festejam e celebram a fé na festa.

trabalho completo [clique aqui]

(Em)cantos das Almas: a Recomenda das Almas em Correntina (Bahia)

28/01/2010 Comentários desativados

Eduardo José Reinato
doutor em história social
Pontifícia Universidade Católica de Goiás

resumo Este estudo propõe-se a fazer um diálogo com o a prática do ritual, da performance, tomando como fonte as encomendadeiras de almas de Correntina, na Bahia. Durante a Semana Santa, um grupo de mulheres se dispõe a rezar paras as almas, pois acreditam que sua reza alimente as almas, sobretudo as que ainda vivem vagando e em desespero. Esse ritual das Encomendadeiras de almas ao longo desta década foi transformado em performance, e descontextualizado de seu espaço, forma e tempo. O trabalho foi desenvolvido junto a encomendadeiras ou rezadeiras da cidade de Correntina(BA), e tinha como objetivo principal a simples coleta das formas de tradição religiosa musical, das quais eram portadoras as rezadeiras ou encomendadeiras. Posteriormente, ele evoluiu para um estudo mais detido sobre a prática performática das encomendadeiras e sua recriação enquanto grupo para exibições públicas e articulações políticas em defesa do meio ambiente.

 trabalho completo [indisponível]